Bons costumes


Eu não consigo penetrar a peculiaridade de certas coisas. Sou só eu ou vocês também têm raiva do Word? Sim, o programa da Microsoft. Eu me irrito demais com ele. Tirando as questões básicas e conhecidas de travar, completar palavras e etc. me deparei com uma nova idiotice: ele não permite a palavra merda! Tipo, … Continuar lendo Bons costumes

Cartas para…


Uma das melhores frases do cinema ultimamente veio de um filme que eu realmente não esperava. Cartas para Julieta. Esse filme me impressionou. Não sei se porque me pegou num dia mais sensível ou simplesmente porque é bonito, e bonito de uma maneira simples. Como diversos filmes do gênero, você já sabe, só pelo título … Continuar lendo Cartas para…

Rapidinhas – 1


Haiti – O filme 2012 estava realmente errado… a gente nem chega até lá Sherlock Holmes – boa atuação e revisão do personagem – Downey e Law se consagram como dupla Plano Nacional de Direitos Humanos (PNDH) – Não sei quem está pior, o governo e seus opositores, com declarações estúpidas ou a mídia, mais … Continuar lendo Rapidinhas – 1

“Uma gracinha”


Acho incrível a capacidade que as pessoas têm de colocar em foco coisas que não deveriam chamar a atenção de determinada maneira. A Hebe por exemplo, é a bola da vez pela sua cirurgia. Respeito essa mulher como artista (cantora, apresentadora etc.) e se estivesse no olho do furacão por isso tudo bem, mas ficar … Continuar lendo “Uma gracinha”

Paris Hilton World


É engraçado como certas coisas tendem a tomar proporções desnecessárias. Uma aluna vai de vestido curto pra faculdade, o pessoal exagera e a brincadeira foge ao controle (para aqueles que conhecem, podem colocar a teoria do comportamento em massa aqui), vira agressão. Tudo poderia acabar ali mesmo apenas com uma repreensão a alguns alunos e … Continuar lendo Paris Hilton World

Perdão relativo


Perdão é uma coisa bem relativa. Hoje o Obama perdoou um peru, não, não me refiro ao país Peru, mas sim a um animal, um peru, desses bem gordos e bonitos que já nos fazem imaginar uma bela ceia de natal regado à coca-cola e cantigas da época. Ele perdoou o bicho porque era ação … Continuar lendo Perdão relativo

Medo!


Filme: Quarto 1408, baseado num conto de Stephen King. Frase: O que eu fui você é, o que eu sou você será – dita pela figura paterna decadente de John Cusack enquanto ele tem alucinações provocadas dentro de um quarto amaldiçoado, lugar que se resume num parque de diversões dentro de três cômodos. A frase, … Continuar lendo Medo!

Atenção!


Eu já disse diversas vezes que o maior problema do mundo é atenção. E não estava me referindo ao fato de que as pessoas não prestam atenção à política ou qualquer crítica nesse sentido, falo que as pessoas estão clamando por atenção. As pessoas se sentem solitárias, querem tranformar em importante tudo o que fazem … Continuar lendo Atenção!

O Machista!


O Ricardão é o cara mais conhecido, principalmente entre a mulherada e os homens com um peso sobre a cabeça. Ricardão é doutor na vida. O Ricardo, símbolo masculino maior, o cara que tem a “pegada” (e não falo aqui do tamanho do pé dele… se bem que, pelo sucesso, deve ser grande) é também … Continuar lendo O Machista!