Não se pode dizer exatamente que…


De que vale?
Casaram sem serem arrebatados pela paixão. Cecil trabalhou sem ser tomado pela ânsia do propósito. Frequentaram jantares sem nunca se embriagarem, se perderem numa dança deliciosa e sem cantar em voz alta uma música que mexesse com o coração.

O piquenique – os sinais


– Um… piquenique? – Sim, cara, um piquenique. Acha que fui abusado demais? – Abusado? Você tá maluco? Você quer sair com essa garota há pelo menos uns seis meses e a primeira oportunidade que tem de chamá-la para ir a qualquer lugar, repito, qualquer lugar, você fala que quer fazer um piquenique? – Me … Continuar lendo O piquenique – os sinais

As manchas de cores


Dizem que falo bastanteQue demoro para chegar ao pontoSou um livro da tua estanteDesfecho de um longo conto Esse mundo não sabe mais aproveitarAs pequenas coisas de uma narrativaNão diferenciam detalhes que embelezam o arNem a coisa apressada daquela que é ativa Deus fez tanta coisa belaTanto para contar e viverNatureza simples, complexa e até … Continuar lendo As manchas de cores

O desserviço da adaptação – Cavaleiros do Zodíaco do Netflix


O anime Cavaleiros do Zodíaco (CDZ) veio quebrar alguns paradigmas para a época. Por exemplo, os caras não lutavam por si mesmos, por honra própria ou coisas assim, mas pela deusa Atena, a Saori, que não era uma garota a ser conquistada, mas sim uma deusa poderosa que escolhia salvar a Terra e enviar seus combatentes para a frente do conflito. Além dela, as Amazonas (“cavaleiras”) eram exemplo de força e persistência, além de sabedoria, como a Shina, Marin, June e etc. que lutavam tanto quanto os “cavaleiros homens”.

Sem culpa–a catedral


– Eu falei que era perigoso. Era para ser só um caso, coisa rápida, coisa de uma noite… Duas, no máximo. Mas não foi… – o tom dela era ameno, explicativo, pois estava apenas afirmando o óbvio, era necessário falar, no entanto, desafogar o peito, ter a certeza de que não era apenas ela que … Continuar lendo Sem culpa–a catedral

Criançando


Dentre desenhos e doces Pipas e piões Em tudo que tu fosses Seríamos seus guardiões   Promessa complicada Que só o amor permite cumprir Galgando os pais tal escada Ao devir e ao porvir   Gira no quintal, abraça a perna do adulto Se esconde pra brincar com o mundo Fala de noite, tem medo … Continuar lendo Criançando