Balas e escadas


  Era junho, mas não se fala aqui das festas de São João. Um dia antes do dia dos namorados resolveram se encontrar. Era uma data duplamente marcante. Isso porque já há algum tempo estavam juntos e o fato de ser um dia exato antes das comemorações dos atingidos pelo cupido, fez com que eles … Continuar lendo Balas e escadas

Anjo, literalmente


Dia ensolarado, entramos num carro e dirigimos pela rodovia em direção ao interior. O destino era um conhecido restaurante um tanto rústico que remetia à infância. Não só pelos brinquedos no grande jardim, mas porque eu havia brincado naquele local desde pequeno. Era quase como uma tradição. Chegar lá, pedir lingüiça, polenta, salada e uma … Continuar lendo Anjo, literalmente