Para onde ir? Ajudem!


“Ontem fui às ruas e vi coisas incríveis, uma energia maravilhosa e protestos pacíficos”… Temos muitos adjetivos aqui e é preciso cuidado nesse momento sobre o que sentimos, vemos e o que achamos que está acontecendo. Você não encontrará verdade nenhuma nesse texto, sou jornalista e escritor, não Deus. Esse início de texto entre aspas … Continuar lendo Para onde ir? Ajudem!

O tempo… – Anita, parte do capítulo XXV


De todas as coisas inevitáveis que os seres humanos enfrentam, o tempo parece a mais bondosa, porque serve de bálsamo às feridas, e a mais impiedosa, porque atropela bons momentos e faz sumir na poeira do ontem os sorrisos e gargalhadas do agora.     Imagem

Amarelinha


Eu lembro com saudades de algumas coisas que trazem sensações deliciosas, outras ainda existem no meu dia a dia e continuam a mexer comigo. Céu Lembro de adorar ficar olhando o céu de outono. Ele costumava ser mais limpo que o de verão e não tão quente, mas bem azul. Lembro de amar noites de … Continuar lendo Amarelinha