Terei de lidar com isso


Cerca de 10 anos separam as duas fotos, alguns meses a mais, alguns meses a menos… A lacuna de uma década entre elas aponta para algo muito intenso: mudanças. Sim, há a mudança física clara, mas essa é pueril perto de outras, ela é impactante e se sobressai logo de cara e, na sequência, perde … Continuar lendo Terei de lidar com isso

A única forma de resistir


Sou uma mala aberta, velha, fácil de se enxergar e entender. Sou muralha de fogo ardente, que brilha forte, impressiona, atrai, mas ao mesmo tempo repele e é intransponível… e basta um pouco de água, de fluidez, para acabar comigo, ou para incandescer-me ainda mais. Sou também dor e isso é impossível de não ser, … Continuar lendo A única forma de resistir

A falácia da onisciência


Como jornalista, sempre passei por um fenômeno interessante. Não importava se eu estivesse atuando na área cultural, indústria de energia, de veículos, de educação ou qualquer outra, sempre havia alguém para me questionar “se eu não estava sabendo” de algo que havia acontecido em um setor totalmente diferente daquele no qual eu atuava. Essa questão, … Continuar lendo A falácia da onisciência

Entre saudades e responsabilidades


Os garotos viraram os homens da casa. Os desesperos são mais intensos, os fracassos batem à porta e precisamos batalhar diariamente. O grande medo é termos pessoas dependendo de nós e não conseguirmos suprir, esta é a grande resolução, tentar equilibrar a vida entre tantas armadilhas e abismos.

Seja isso o que for


Escrevo, converso, dou risadas, gosto de ver despencar sorrisos daqueles que amo e desejo bem, e curto abraços, fortes, apertados, com vontade, e com boas palavras sussurradas ao ouvido

Livre e sagrada


Há algo de sagrado nela, algo que é difícil de identificar e de dizer. Talvez seja sua liberdade… É isso! Ela é sagrada e livre, como uma linha sem ponto final, eternamente aberta

Ainda melhor que a morte


Poemas contra o fim do mundo. A salvação lírica:

Às vezes, é preciso rir para não chorar
Outras ir para poder ficar
Às vezes nosso amor é uma vingança
Outras é prisão sem chave, sem fiança…