PI* – Humor da escova de dentes


*Pautas Improváveis – textos de uma ficção social As pessoas sabem que algo define o humor que terão ao longo do dia, mas ninguém jamais precisou exatamente o quê, até agora. Freud já se arriscou pelos sonhos, os esotéricos pelo horóscopo, mas uma pesquisa recente relaciona tal fator com algo muito mais próximo do mundo … Continuar lendo PI* – Humor da escova de dentes

Passa um pano


Outro dia estava no YouTube vendo algumas besteiras e achei o vídeo a seguir. Indo ler algumas coisas mais tarde percebi que o rapaz do vídeo não é um tolo como parece, ou pelo menos não declarou apenas besteiras. Depois de assistirem (é rápido, cerca de três minutos), vocês vão entender o que quero dizer: … Continuar lendo Passa um pano

Bons costumes


Eu não consigo penetrar a peculiaridade de certas coisas. Sou só eu ou vocês também têm raiva do Word? Sim, o programa da Microsoft. Eu me irrito demais com ele. Tirando as questões básicas e conhecidas de travar, completar palavras e etc. me deparei com uma nova idiotice: ele não permite a palavra merda! Tipo, … Continuar lendo Bons costumes

“Uma gracinha”


Acho incrível a capacidade que as pessoas têm de colocar em foco coisas que não deveriam chamar a atenção de determinada maneira. A Hebe por exemplo, é a bola da vez pela sua cirurgia. Respeito essa mulher como artista (cantora, apresentadora etc.) e se estivesse no olho do furacão por isso tudo bem, mas ficar … Continuar lendo “Uma gracinha”

Medo!


Filme: Quarto 1408, baseado num conto de Stephen King. Frase: O que eu fui você é, o que eu sou você será – dita pela figura paterna decadente de John Cusack enquanto ele tem alucinações provocadas dentro de um quarto amaldiçoado, lugar que se resume num parque de diversões dentro de três cômodos. A frase, … Continuar lendo Medo!