CAFAJESTE: a sinopse

Talvez essa série de posts devesse ter começado por este tópico, mas convenhamos que o nome CAFAJESTE é tão marcante que já traduz bastante de si mesmo. No entanto, é sempre bom deixar claro para nossos leitores o que vão encontrar em determinado material.

Pois bem, vamos a uma curta sinopse do livro, breves tópicos – sem spoilers – para dar uma noção mais exata sobre quem é Arthur e que trecho vamos acompanhar de sua vida:

“Humor sagaz, sexo, e uma dose chocante de realidade e verdade compõem esse homem conquistador. Você pode odiá-lo, mas saiba que seu desejo é viver os prazeres de hoje acima de tudo. Caso se apaixone… bem, é por sua conta e risco. Ele já anunciou: é um Cafajeste e não se envergonha disso!

Arthur é um Bon Vivant da modernidade. Gosta de uma vida boêmia noturna, que fica oculta pelo seu cotidiano tocando uma agência de Relações Públicas. Nas noites quentes da cidade de São Paulo, com seus dois amigos, Rafael e Alberto, Arthur vive as delícias lícitas e proibidas que surgem logo depois que o sol se põe na paisagem urbana, repleta de mulheres.

No fim do ano, algumas novidades surgem para fervilhar a vida e reflexões desse homem: uma virgem com mais de 30 anos, a secretária interessante de seu cliente, uma antiga amiga de escola, e até uma prostituta apaixonada (isso é possível?) são figuras que vêm compor o dezembro deste camaleão social.

Será que alguma dessas mulheres e os acontecimentos recentes com Rafael e Alberto vão mudar o coração deste homem? Ou ele seguirá entre amigos, bares e histórias que tiram suspiros, risadas e olhares insinuantes?”

Para os leitores mais atentos, em especial os que já conhecem meus outros livros, prometo que vão descobrir diversos easter eggs também. E provavelmente vão se surpreender.

E aí, já deu para ter um gostinho do que vai encontrar neste livro?

É amanhã, na Amazon.com, o lançamento do e-book CAFAJESTE. Fiquem ligados!

Publicado por

RDS

Jornalista, escritor, metido a poeta e comediante. Adorador de filmes e livros, quem sabe um filósofo desocupado. Romântico incorrigível. Um menino que começou a ter barba. Filho de italianos, mas brasileiro. Emotivo, sarcástico e crítico, mas só às vezes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s